Saturday 19th October 2019
x-pressed | an open journal
February 26, 2014
February 26, 2014

Portugal: Comunicado de Imprensada Comissão Informal de Trabalhadores da Linha Saúde 24

This article is also available in: enel
Portugal: Comunicado de Imprensada Comissão Informal de Trabalhadores da Linha Saúde 24

AUTORIDADE PARA AS CONDIÇÕES DO TRABALHO CONSIDERA QUE TODOS OS COMUNICADORES DA SAÚDE 24 ESTÃO A FALSOS RECIBOS VERDES

A notícia que recebemos ontem, via comunicação social, é o resultado que confirma a realidade que sempre denunciámos na Linha Saúde 24: um concessionário privado que operou e opera à margem da Lei e contra os seus trabalhadores. Esta conclusão exige neste momento que todos os 150 trabalhadores despedidos há um mês tenham de ser readmitidos e que todos tenham de ver celebrados contratos de trabalho.

Aguardamos pela divulgação do relatório, o que esperamos que possa acontecer em breve. No entanto, é possível já afirmar que esta decisão é uma vitória da legalidade e dos direitos sobre a impunidade e as retaliações. Esperamos que este seja o início de uma nova fase, em que rapidamente termine o abuso sobre quem assegura diariamente a Linha Saúde 24. Com esta decisão, perante as evidências, a LCS tem ainda uma oportunidade para regularizar a situação e reconhecer os direitos em falta há vários anos. Conforme a Lei nº 63/2013, a empresa será notificada para celebrar os contratos de trabalho, o que esperamos que venha a acontecer muito em breve.

Esta vitória ultrapassa em muito a Linha Saúde 24, que demonstra que mesmo perante a arbitrariedade, a ilegalidade e força de uma entidade patronal sem escrúpulos, é possível aos trabalhadores, por mais precária que seja a sua situação laboral, reivindicarem os seus direitos e verem reconhecido o seu direito ao trabalho com direitos, neste caso a contratos de trabalho.

É uma vitória histórica para nós, enfermeiros e enfermeiras que trabalham na Linha Saúde 24, mas também para aqueles que há muitos anos lutam contra a precariedade, o desemprego e os falsos recibos verdes. É por isso que neste momento de justiça não podemos deixar de assinalar os milhares de apoios individuais e colectivos, nacionais e internacionais, que recebemos. Destacamos a Associação de Combate à Precariedade – Precários Inflexíveis como o nosso principal apoio. Esta associação, feita de trabalhadores precários e para trabalhadores precários, esteve connosco desde o início, nos momentos de luta, nos momentos mais difíceis e adversos, com serenidade, conhecimento, determinação e um apoio inultrapassável. Esta também é a vitória deles. Bem hajam!

A Comissão Informal de Trabalhadores da Saúde 24 espera neste momento pelo relatório oficial da Autoridade para as Condições do Trabalho, considerando que a empresa Linha de Cuidados de Saúde, S.A., tem de readmitir os 150 enfermeiros que foram ilegalmente despedidos e cumprir a lei, celebrando contratos de trabalho para todos os 400 enfermeiros que trabalham na linha a falsos recibos verdes há vários anos.

This article is also available in:

Translate this in your language

Like this Article? Share it!

Leave A Response